Procurei Por Ti Quando Deixei de Te Ver, Ao Encontrar-te Deixei Que Desaparecesses

Posted in Uncategorized by maxfernandes on November 10, 2009

Este vídeo tem um carácter experimental. O início de todo este processo partiu da pergunta – Qual é a cor do meio (vídeo)? – O processo para o descobrir foi seguir um método científico que consistia em repetir o mesmo gesto até chegar a uma conclusão qualquer, como uma descoberta. No entanto, a certa altura essa posição científica deixou de me interessar. Os resultados transformaram-se em algo inesperado e desconhecido.

Este trabalho começa com uma definição clara das fronteiras entre o elemento de captação (a câmara de filmar, também produtor) e o elemento de reprodução de imagens (televisor ou monitor).

Neste trabalho o vídeo não utiliza imagens em movimento. Neste vídeo o que é em movimento é algo reimagenante. Estes elementos constituídos por reimagenâncias estão para a imagem como ressonância está para o som. A lógica de desenvolver este neologismo está longe de uma procura de uma teoria sobre algo que não seja imagem. O propósito deste neologismo é permitir desenvolver novas experiências no vídeo.

O desenvolvimento tecnológico no campo da imagem tem sido fulgurante. Melhores máquinas de captação e melhores máquinas de reprodução. Neste trabalho foi permitido a estes dois elementos comunicarem. Um reproduz, e o outro capta o que o primeiro reproduziu. Este processo é feito centenas de vezes e aquilo que foi reproduzido inicialmente desenvolve-se noutra coisa.

A lógica de trabalhar com estes dois elementos (reprodutor, e produtor) é simples. Ambos usam o mesmo código. A imagem captada inicialmente é transformada em “0s” e “1s”, depois de se tornar neste código a imagem – inicial – passa por um canal até ao monitor e, este reproduz algo. Todo este processo é controlado se ele terminar na reprodução… Com os instrumentos digitais, os elementos reimagenantes não se acumulam de captação em captação, como num possível processo analógico, eles transformam-se.

Este sistema não é carente de imagens do real, posso até nunca utilizar captações directas do real. Posso trabalhar num complexo de reimagenâncias para sempre. No entanto, o vídeo que apresento não é um resultado ilustrativo do processo explicado anteriormente. Todo o processo é transformado apenas em argumento para um vídeo que depois do processo se transformou numa narrativa com uma série de paisagens.

A colaboração dos Tropa Macaca (Joana e André) com as músicas “Primeira Jorna” e “Segunda Jorna” foi fundamental para que este vídeo desenvolvesse corpo, além disso, o processo de criação das músicas tem afinidades com o vídeo. A ligação que faço é a de percorrer um espaço onde existem transformações sucessivas sem um fim. Importa referir que tanto o vídeo, como o som foram elaborados independentemente, tendo sido posteriormente sincronizados.

Advertisements

Posted in Uncategorized by maxfernandes on September 2, 2009

Procurei Por Ti Quando Deixei de Te Ver, Ao Encontrar-te Deixei Que Desaparecesses

I Looked for You When I Stopped Seeing You, When I Found You I Allowed You to Disappear

2009 – vídeo, 12min 07seg

2009 – video, 12′ 07″

Written and Produced by Max Fernandes

Music:

“Primeira Jorna” and “Segunda Jorna”

Written and produced by Tropa Macaca

originally released on Fiteiras Suadas LP

on Qbico Records, September 2008

used by kind permission

al rigths reserved

Posted in Uncategorized by maxfernandes on September 2, 2009

A005

A006

A015

A023

A026

A011

A027